fbpx

Descubra como estruturar treinamentos eficazes que geram resultados reais com o Design de Jornada de Aprendizagem!

Logo da Escudo

11 curiosidades sobre a NR 10 que talvez você não saiba

Muitos profissionais da área desconhecem a importância e os riscos da eletricidade. E é por este motivo que a NR 10 existe.

Receba os conteúdos no seu e-mail

Antes de mais nada, a eletricidade é um assunto de extrema importância, devido a sua abrangente e indispensável utilização em sociedades de todo o mundo. Ainda assim, muitas pessoas desconhecem fatos importantes, inclusive seus perigos. Por isso, é interessante saber algumas curiosidades sobre a NR 10. 

 

Leia mais: 

 

Além disso, esse desconhecimento de fatos importantes não vem apenas de leigos. Muitos profissionais da área também não sabem muitos pontos relevantes. Como, por exemplo, o direito a recusa e as regras da reciclagem. Então, acabam colocando em risco a sua vida, de outras pessoas e do local em que estão trabalhando. E justamente por isso que a NR 10 existe. 

Aqui na plataforma do Sistema Escudo, os treinamentos da NR 10 são um dos mais populares. O que mostra que existe uma demanda forte na área de capacitação para este nicho, por exemplo. Portanto, listamos aqui 11 curiosidades sobre a NR 10 para que você fique por dentro e possa oferecer esse curso com excelência aos seus clientes. Acompanhe 👇 

Curiosidades sobre a NR 10 

Lembrando que a Norma Regulamentadora 10 dispõe sobre a saúde e segurança dos trabalhadores que interagem nas instalações e serviços com eletricidade. Assim, as maiores curiosidades sobre o tema são: 

 

1 – Quando ela surgiu? 

A publicação oficial da NR 10 ocorreu em 1978. Posteriormente, em 1983, ocorreu a primeira alteração e a mais recente em 2019. Além disso, as atualizações aconteceram devido a necessidade de aprimoramento e melhor qualificação dos profissionais. 

2 – A NR 10 é destinada a quem? 

A norma regulamentadora 10 se destina a todos os profissionais que executam algum tipo de serviço ligado a instalações elétricas. Como, por exemplo, eletricistas. Bem como, para trabalhadores que irão realizar atividades próximas a elas. 

3 – Quais os tipos de empresa devem aplicar a NR 10? 

A empresa pode até não ter como sua atividade principal o trabalho com instalações elétricas. Mas, caso execute algum tipo de serviço ligado a instalações elétricas, tem a obrigatoriedade de seguir as formalizações. 

4- Qual a carga horária e de quanto em quanto tempo a capacitação deve ocorrer? 

Na quarta posição, trouxemos uma das curiosidades sobre a NR 10 em relação ao tempo de treinamento. Veja: o conteúdo dessa norma é composto pela carga horária mínima de 40 horas, com validade de 2 anos. 

Após o vencimento do curso, é necessário que seja realizada uma reciclagem. Que pode ter carga horária entre 8 e 20 horas, variando de acordo com a instituição. 

5 – Em quais situações é necessário realizar o curso de reciclagem da NR 10? 

Saiba mais: 


Conforme uma das
curiosidades sobre a NR 10 acima, após o vencimento do prazo da certificação, o profissional deve realizar a reciclagem do treinamento. No entanto, existem outras três situações que levam o trabalhador à necessidade de realizar a reciclagem. E são as seguintes: 

  • Mudar de função ou empresa; 
  • Retornar de um período de afastamento do trabalho (sendo superior a 3 meses); 
  • Passar a atuar em instalações elétricas que sofreram mudanças relevantes na metodologia de trabalho. 

6 – Direito de recusa 

Uma das normas que a NR 10 estabelece é o “direito de recusa”. Em outras palavras, ela consiste em proteger legalmente o trabalhador que se recusar a executar atividades que não ofereçam as medidas necessárias para sua segurança. 

7 – Conceitos de segurança 

Além disso, a NR 10 também obriga que os projetos das empresas contenham os conceitos de segurança. Ou seja, especifique quais são os dispositivos responsáveis pelo desligamento de circuitos, que possuem recursos para impedimento da reenergização. 

8 – Adornos pessoais 

Outra das curiosidades sobre a NR 10 muito importante e interessante: a utilização de adornos é vedada pela norma, em trabalho com rede elétrica ou em suas proximidades. Além disso, a NR 10 prevê que as roupas e equipamentos devem ser adequados à atividade. 

9 – Medidas de proteção estabelecidas 

A sinalização é uma das mais importantes medidas de segurança. Isso porque, entre as medidas de proteção previstas, está o uso da proteção coletiva (Equipamentos de proteção coletiva – EPCs), alguns exemplos: 

  • Cones; 
  • Barreiras contra luminosidade ou radiação; 
  • Bloqueio tipo cadeado e garra que servem para impedir o religamento de máquinas, equipamentos ou painéis elétricos durante o período de manutenção. 

Também podemos citar os equipamentos de proteção individual (EPIs), por exemplo: 

  • Coletes e macacões para proteção de mãos e braços; 
  • Sapatos e botinas para proteção de pernas e pés; 
  • Capuz ou balaclava para proteção da cabeça. 

10 – Curso complementar SEP 

Você sabia que essa norma possui um curso complementar? Pois é, mais uma das curiosidades sobre a NR 10 que talvez você não saiba. Em resumo, a norma estabelece que todos os colaboradores que intervêm em instalações elétricas energizadas com alta tensão, ou seja, precisam realizar este treinamento complementar. Isso porque a atividade precisa envolver trabalhadores altamente capacitados para a função. Sendo o curso de o Sistema Elétrico de Potência (SEP) 

11- O que acontece se houver descumprimento da norma? 

Por último, mas não menos importante: uma das curiosidades sobre a NR 10 que listamos diz respeito ao descumprimento da norma. Dessa forma, além de expor o profissional que interage com serviços que envolvem eletricidade a diversas formas de perigo, descumprir as regras da NR 10 pode gerar multas de até 12 mil reais. 

NR 10 e o Sistema Escudo 

Essas são apenas algumas das curiosidades sobre a NR 10. Embora ela pareça simples, é de extrema importâcia. Afinal, oferecer treinamentos em SST é fundamental para evitar mortes, acidentes e doenças do trabalho. Especialmente aquelas ligadas a trabalho de risco – como é o caso de serviços ligados a eletricidade, por exemplo. 

Além disso, em 2019 os treinamentos normativos foram regulamentados na modalidade EaD. Isso mesmo! Assim, o Sistema Escudo é o primeiro e único software a trabalhar em total conformidade com a Norma regulamentadora 1. 

Então, quer oferecer treinamentos normativos com qualidade aos seus clientes? Agora você pode! Conheça a nossa solução e conte com uma plataforma recheada de conteúdo e tecnologias inovadoras, prontas para alavancar seu negócio. Clique no banner abaixo e agende uma conversa com nossos especialistas!

Mais de 15 mil pessoas já se inscreveram

Receba os conteúdos no seu e-mail

Veja mais posts

Um guia detalhado que aborda todas as partes da NR-22, incluindo requisitos...
Seguindo os passos de Planejamento, Execução, Verificação e Ação, é possível identificar...
Todos os trabalhadores estão sujeitos aos riscos ambientais, por isso é importante...

Entre em contato conosco

Preencha o formulário e um dos nossos especialistas entrará em contato com você para falar mais sobre as nossas soluções.