fbpx

Descubra como estruturar treinamentos eficazes que geram resultados reais com o Design de Jornada de Aprendizagem!

Logo da Escudo

Chega de perder tempo: 6 maneiras de otimizar a rotina de SST com LMS

Um Sistema de Gestão de Aprendizagem (LMS) pode fazer muito mais pela sua rotina de SST do que apenas disponibilizar treinamentos digitais.

Receba os conteúdos no seu e-mail

Imagine comigo: como seria ter um sistema que permite a automatização da geração de certificados, de correção de avaliações e até mesmo a abertura de novos cursos independentemente do tamanho das turmas? Parece perfeito, né? Ter um software que ajuda seus clientes a otimizar a rotina de SST de forma que tenham mais tempo livre para focar em outras partes do negócio, como a expansão e o atendimento de clientes, por exemplo.  

  

Leia mais:  

  

A verdade é que esse sistema existe e se você ainda não está usando, pode estar perdendo tempo – e dinheiro – no seu dia a dia. O LMS (sigla em inglês para Sistema de Gestão de Aprendizagem) como recurso para prestadores de serviço SST é uma realidade, especialmente após a aprovação da Norma Regulamentadora 1, em 2019, que regularizou os treinamentos de saúde e segurança do trabalho por EaD.  

Ou seja: hoje em dia, os prestadores de serviços que possuem LMS conseguem, além de otimizar suas rotinas de SST, expandir seus portfólios e oferecer novos produtos. Embora muitas pessoas ainda fiquem com um pé atrás para utilizar EaD na saúde e segurança do trabalho, a modernização e digitalização da área é necessária. Tanto para a oferta de novas modalidades de ensino como para a melhoria das atividades diárias.  

As principais atividades da rotina de SST

Como prestador de serviço de SST, você bem sabe que a rotina de SST é movimentada. Pois todas as empresas devem garantir um ambiente de trabalho sadio para os colaboradores. E vai além de cumprir as exigências da lei, zelar pela saúde dos funcionários garante uma organização mais produtiva e com melhores resultados.  

Algumas das principais atividades da rotina de SST:  

1 – Treinamentos em SST para colaboradores  

Em primeiro lugar, não poderia ser diferente. Toda a segurança do trabalho começa promovendo os treinamentos obrigatórios. Afinal, o estudo das normas regulamentadoras levanta pontos que merecem atenção no dia a dia dos trabalhadores. Então, prevenir riscos de acidentes é essencial.  

E a obrigação de oferecer esses treinamentos é da empregadora. Conforme falamos anteriormente, desde 2019 a capacitação em saúde e segurança do trabalho pode ser feita na modalidade EaD, conforme as exigências das NRs. Então, facilita muito a rotina de SST, uma vez que a empresa não precisa necessariamente de um ambiente físico como um auditório, por exemplo, para treinar. Além de todo o resto que envolve a logística.  

E esses treinamentos são constantes. Devem ser realizados periodicamente assim como a norma regulamentadora pede. E isso demanda tempo, manutenção e planejamento. Por exemplo:   

  • O certificado do treinamento de NR 10 de um eletricista passou do prazo de validade. Então, a empresa precisaria ter uma ação de acompanhamento do vencimento de certificados. E ao identificar que é necessário fazer a capacitação periódica, teria que cadastrar o aluno em uma turma, contratar um instrutor técnico, agendar data e horário, preparar o material e etc.  

  

2 – Fiscalizar o uso e qualidade de EPIs e EPCs    

Outra responsabilidade das suas empresas clientes é fiscalizar o uso correto de EPIs e EPCs, bem como a qualidade do material. Essa etapa da rotina de SST também demanda tempo e planejamento.   

Assim como também é uma exigência das normas regulamentadoras, então deve ser cumprido. Dessa forma, a fiscalização de EPIs e EPCs deve ser uma tarefa constante. Por exemplo:  

  • Sua empresa cliente identificou uma rachadura em um capacete. Ele deve ser eliminado do uso e outro equipamento deve ser fornecido ao trabalhador. Posteriormente a empregadora deve registrar que entregou um novo EPI. 

3 – Atuar de imediato em acidentes ou situações de risco  

Outra tarefa importante da rotina de SST é a atuação rápida e eficaz para qualquer situação de risco. Desde a prevenção, identificação e eliminação. Então, nesse caso a comunicação para as pessoas responsáveis deve ser imediata, assim como toda a sinalização do acidente.   

4 – Laudos e documentos  

Os laudos e documentos são exigidos por lei. E cada empresa é responsável por uma série deles. De modo geral, o principal objetivo é garantir que os riscos de saúde e acidentes no trabalho estão controlados.  

É uma tarefa da rotina de SST que exige muito tempo e gestão. Além disso, os laudos e documentos precisam estar sempre atualizados, então não basta fazer uma única vez e enviar. Felizmente, como é o caso do eSocial, a transformação digital já está chegando também para esse processo.  

Um exemplo: a NR 1 determina que as empresas devem criar implementar o gerenciamento de riscos ocupacionais, que deve constituir um programa de gerenciamento de riscos (PGR).   

Sendo assim, esse programa deve estar integrado com outros planos, programas e documentos previstos na lei de segurança e saúde do trabalho.   

Dentro dessa atividade, faz parte da rotina de SST 

  • Evitar riscos ocupacionais originados no ambiente de trabalho;  
  • Identificar os perigos e possíveis lesões e agravos à saúde;  
  • Avaliar riscos ocupacionais e identificar o nível;  
  • Classificar os riscos ocupacionais para determinar a necessidade de adoção de medidas de prevenção;  
  • Implementar medidas de prevenção de acordo com a classificação do risco e na ordem de prioridade;  
  • Acompanhar o controle dos riscos ocupacionais.  

5 – Comunicação aberta   

Uma das determinações da Norma Regulamentadora 1 é comunicar os trabalhadores dos riscos presentes no ambiente de trabalho. Bem como, qualquer situação de perigo que possa surgir. Antes de mais nada, a comunicação é uma peça-chave para a segurança do trabalho.  

E por isso faz parte da rotina de SST. Além disso, muitas vezes a comunicação sobre riscos do ambiente de trabalho pode vir dos trabalhadores para a empresa. Uma vez que são eles que estão envolvidos nas atividades e constantemente expostos.   

6 – Cumprir as normas regulamentadoras  

As normas regulamentadoras são claras em suas exigências, e suas empresas clientes devem trabalhar para cumprir e deixar de receber multas e passivos trabalhistas.   

Então, essa dedicação faz parte da rotina de SST como uma obrigação legal e que reduz muitos problemas para a empresa. Além disso, reduz o número de acidentes e doenças do trabalho.   

 

  

6 atividades que o LMS otimiza na sua rotina de SST  

Viu como boa parte do dia a dia de seus clientes é dedicada à rotina de SST. Além disso, o que você leu foi um breve resumo sobre as obrigações das empresas. Mas uma coisa é certa, no que diz respeito à gestão dos treinamentos, os detalhes ocupam bastante tempo. Por isso, separei 6 atividades diárias que são possíveis otimizar com o auxílio do LMS como o Sistema Escudo, para você vender essa plataforma líder de mercado em SST.   

1 – Automatiza certificados  

Com um LMS, você não vai mais precisar criar os certificados um a um. Por exemplo, aqui no Sistema Escudo, nós personalizamos os certificados dos treinamentos com a marca dos parceiros, que são disponibilizados em suas plataformas.  

Assim, sempre que um aluno finaliza o treinamento, o sistema insere as informações automaticamente no certificado, que o próprio cliente pode gerar clicando em um botão na área de “certificados”, assim que faz login em sua conta.  

2 – Digitaliza avaliações  

O tempo de corrigir provas uma a uma já era! Isso porque ao usar um LMS, a prova pode ser feita 100% digital. Além disso, as perguntas são selecionadas de forma randômica, então o aluno nunca receberá a mesma prova, caso precise refazer. E como as questões são optativas, o próprio sistema corrige e entrega a pontuação imediatamente após a avaliação.  

Assim, o aluno já sabe na hora se atingiu o conceito de satisfatório, que significa que ele receberá o certificado, ou insatisfatório, que quer dizer que ele precisará refazer o treinamento e/ou a avaliação. O que também reduz o gasto de tempo envolvido nessa rotina.   

3 – Facilita a gestão de treinamentos  

Em quais etapas do treinamento seu cliente está? Como está o desempenho das turmas? Os alunos estão acessando a plataforma? Com um LMS, todas essas perguntas podem ser respondidas com um único clique, através de relatórios pré-definidos ou personalizados por você mesmo. Assim, agilizando o tempo de gestão dos treinamentos – sejam eles EaD, semipresenciais ou presenciais.    

4 – Simplifica a logística  

Com um LMS, seus dias de coordenar agenda de cliente com instrutor, alugar salas de aula, providenciar equipamento, coffee break e tantos outros detalhes acabaram. A logística dos treinamentos EaD são bem mais simplificadas, uma vez que tudo que o cliente precisa, encontrará online. Ou seja: material didático, campo para tirar dúvidas com os especialistas, avaliações, etc.    

5 – Flexibiliza a formação de turmas  

Quantos clientes você já teve que recusar simplesmente por não conseguir fechar uma turma que justificasse o investimento? Com um LMS, essa dor de cabeça some. Isso porque o sistema permite que você flexibilize essa formação de turmas.  

Com o LMS é possível manter um valor padrão para os treinamentos, independentemente de ter 1 ou 100 alunos na turma. Isso porque as capacitaçõessão online, feitos no melhor horário para o cliente – já que o aluno e o instrutor não precisam estar online no mesmo horário. Além disso, as salas de aula podem ficar abertas 24h por dia ou apenas nos horários estipulados pelos seus clientes. Tornando toda a experiência bem mais prática.    

6 – Entrega materiais didáticos prontos  

Outra rotina de SST que é facilitada através de um LMS é a criação do material didático. Por exemplo, aqui no Sistema Escudo, nosso conteúdo é desenvolvido por especialistas técnicos em EaD e nas NRs. Depois, nossos designers instrucionais pegam o que foi feito e criam objetos de aprendizagem que facilitam o engajamento, a retenção da atenção e a absorção do conhecimento.  

Portanto, quando você investe em um LMS como o Sistema Escudo, está adquirindo materiais didáticos prontos, de qualidade e desenvolvidos de acordo com as diretrizes da NR 1, sem que você precise contratar um profissional específico para isso. Ou, pior ainda, sofrer com objetos de aprendizagem que não entregam o que deveriam.    

Uma LMS para SST só traz vantagens  

Não para por aí, a LMS não só facilita tarefas do dia a dia de SST, como também leva muitas vantagens para prestadores de serviços e empresas clientes. Como por exemplo:  

  • Economia de tempo;  
  • Redução de custos;  
  • Acessibilidade;  
  • Flexibilidade;  
  • Eficiência;  
  • Agilidade.  

Vamos otimizar a sua rotina de SST 

E mais ainda: além de otimizar sua rotina de SST, o investimento em tecnologias permite que você aumente seu portfólio de serviços, expanda sua área de atuação e até mesmo participe de orçamentos de grandes empresas. Então, está esperando o que para adotar um LMS?  

O Sistema Escudo é o primeiro LMS a entregar treinamentos EaD de SST em conformidade com a legislação no Brasil, garantindo a sua segurança jurídica e a dos seus clientes. Além disso, somos a plataforma mais completa do mercado, com mais de 80 treinamentos de prateleira a sua disposição.  

Clique no banner abaixo e agende um horário com os nossos especialistas: 

Mais de 15 mil pessoas já se inscreveram

Receba os conteúdos no seu e-mail

Veja mais posts

Seguindo os passos de Planejamento, Execução, Verificação e Ação, é possível identificar...
Todos os trabalhadores estão sujeitos aos riscos ambientais, por isso é importante...
Descubra tudo sobre a NR15 e suas implicações legais para garantir a...

Entre em contato conosco

Preencha o formulário e um dos nossos especialistas entrará em contato com você para falar mais sobre as nossas soluções.