fbpx

Descubra como estruturar treinamentos eficazes que geram resultados reais com o Design de Jornada de Aprendizagem!

Logo da Escudo

A nova NR 7: atualização e evolução da Norma Regulamentadora

As últimas mudanças na nova NR 7, que foram implementadas em 2023, refletem um compromisso contínuo com a saúde e a segurança dos trabalhadores no Brasil.

Receba os conteúdos no seu e-mail

A nova NR 7 desempenha um papel fundamental na garantia da saúde dos trabalhadores no Brasil. Sua história remonta a 1978, ano de sua criação, e desde então, essa norma tem sido alvo de revisões constantes. Portanto, essas revisões são necessárias para atender às demandas das organizações e acompanhar a evolução das práticas de saúde ocupacional. 

Leia mais: 

 

Ao longo dos anos, a NR 7 tem se adaptado às mudanças nas necessidades das empresas e nos avanços das práticas de saúde ocupacional. Ou seja, ela foi originalmente criada para regulamentar os exames médicos ocupacionais, mas ao longo do tempo, passou por transformações significativas para se tornar uma norma mais abrangente e eficaz. 

Em resumo, essas revisões periódicas garantem que a nova NR 7 continue desempenhando um papel vital na promoção da saúde dos trabalhadores e na segurança no ambiente de trabalho. Portanto, é essencial entender como essa norma evoluiu ao longo dos anos e como ela impacta as práticas de saúde ocupacional no Brasil.  

Neste artigo, vamos explorar a história, as mudanças e o impacto da Norma Regulamentadora 7 nas empresas e na saúde dos trabalhadores. 

 

A evolução da NR 7 ao longo dos anos 

Em primeiro lugar, a história da NR 7 remonta à década de 70, quando foi originalmente criada pela Portaria MTb nº 3.214. Inicialmente, ela tinha o título de “Exames Médicos” e tinha como objetivo principal regulamentar os artigos 168 e 169 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). No entanto, ao longo dos anos, essa norma passou por diversas transformações para se adaptar às necessidades em constante evolução das empresas e às mudanças nas práticas de saúde ocupacional. 

Em seguida, uma das mudanças mais significativas ocorreu em 1994, quando a NR 7 recebeu uma importante atualização. Nessa revisão, foram incluídos os parâmetros mínimos e diretrizes para a elaboração do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO). Essa atualização foi um marco, pois transformou a norma, que antes regulamentava principalmente os exames médicos ocupacionais, em uma norma mais abrangente.  

Agora, o PCMSO passou a ser um programa planejado e integrado, levando em consideração os riscos à saúde dos trabalhadores presentes nos ambientes de trabalho, especialmente aqueles identificados nas avaliações previstas nas demais normas regulamentadoras. 

Ou seja, essa atualização foi essencial para a promoção e preservação da saúde dos trabalhadores. Portanto, não se tratava mais apenas de realizar exames médicos, mas de criar um programa completo que levasse em consideração a saúde ocupacional de forma mais abrangente.  

Desde então, a NR 7 tem continuado a evoluir para atender às necessidades em constante mudança das empresas e para acompanhar os avanços nas práticas de saúde ocupacional. Suas revisões subsequentes refletem o compromisso em manter a saúde e o bem-estar dos trabalhadores como prioridade e adaptar-se às complexidades do mundo do trabalho moderno.  

Portanto, entender a história da NR 7 é fundamental para compreender como essa norma desempenha um papel crucial na proteção da saúde dos trabalhadores no Brasil. 

 

 

 

 

A modernização da NR 7 em 2020 

A NR 7 entrou em pauta novamente em 2020, impulsionada pela modernização das normas de saúde e segurança no trabalho. Portanto, um Grupo Técnico foi constituído para elaborar um texto técnico básico que considerasse as novas diretrizes. 

Durante esse processo, a norma passou por consulta pública e audiências, permitindo que a comunidade e os especialistas contribuíssem com sugestões e comentários. Ou seja, essa abordagem colaborativa ajudou a criar uma proposta final que foi aprovada por consenso e resultou na atualização da NR 7, publicada em março de 2020. 

 

Principais mudanças na nova NR 7 de 2023: enfoque em Saúde Digital e Prevenção 

As últimas mudanças na nova NR 7, que foram implementadas em 2023, refletem um compromisso contínuo com a saúde e a segurança dos trabalhadores no Brasil. Logo, essas atualizações têm como objetivo principal acompanhar as transformações no ambiente de trabalho e nas práticas de saúde ocupacional, garantindo que a norma esteja alinhada com as necessidades atuais das empresas e dos colaboradores. 

Uma das principais mudanças é a incorporação de diretrizes mais específicas para a utilização de tecnologias digitais na área da saúde ocupacional. Isso inclui a adoção de sistemas de registro eletrônico de exames médicos, o que proporciona uma maior eficiência na gestão de documentos e no acompanhamento da saúde dos trabalhadores. 

Além disso, as atualizações destacam a importância da telemedicina na realização de exames ocupacionais, tornando mais acessível a avaliação médica, principalmente em empresas com locais remotos ou colaboradores em trabalho remoto. 

Outro aspecto significativo dessas mudanças é a ênfase na prevenção. A nova NR 7 de 2023 incentiva as empresas a adotarem medidas proativas para a promoção da saúde dos trabalhadores, identificando e mitigando riscos de forma antecipada. Isso inclui a realização de avaliações mais abrangentes e frequentes dos ambientes de trabalho, levando em consideração a saúde mental dos colaboradores.  

A norma também enfatiza a importância do envolvimento dos trabalhadores no processo de saúde ocupacional. Logo, incentivando a participação ativa dos colaboradores na identificação de riscos e na promoção de um ambiente de trabalho seguro e saudável. 

Em resumo, elas incorporam as tecnologias digitais, promovem a prevenção e incentivam o engajamento dos trabalhadores. Ou seja, garantem que a norma continue a desempenhar um papel crucial na proteção da saúde e segurança dos colaboradores em um ambiente de trabalho em constante evolução. 

 

Sistema Escudo e a nova NR 7: garantindo conformidade e segurança   

No Sistema Escudo, nossa missão fundamental é assegurar que empresas e colaboradores estejam em conformidade com as normas regulamentadoras. Também garantimos tanto a segurança jurídica quanto a física de todos os envolvidos. Isso inclui estar sempre atentos às mudanças nas normas, e com a atualização da NR 7 não é diferente. 

Quando você opta por soluções como o Sistema Escudo, está investindo na conformidade assegurada. Trabalhamos em conjunto com técnicos especialistas para avaliar as mudanças nas NRs e seu impacto sobre os treinamentos já disponíveis em nossa plataforma. Além disso, nosso compromisso se estende ao cumprimento integral da NR 1, tornando nossos treinamentos seguros, envolventes e com resultados mensuráveis. 

Ou seja, tudo isso é proporcionado por uma plataforma que simplifica a gestão, acompanhamento de desempenho e emissão de certificados, otimizando suas práticas de Saúde e Segurança do Trabalho. 

Não espere mais para oferecer o melhor da tecnologia em treinamentos de saúde e segurança do trabalho. Ao escolher o Sistema Escudo, você está investindo em conformidade, segurança e qualidade. 

Clique no banner abaixo e agende uma conversa com nossos especialistas. Estamos prontos para atender às exigências da nova NR 7 e fornecer soluções eficientes para sua empresa e seus colaboradores. 

 

Mais de 15 mil pessoas já se inscreveram

Receba os conteúdos no seu e-mail

Veja mais posts

Um guia detalhado que aborda todas as partes da NR-22, incluindo requisitos...
Seguindo os passos de Planejamento, Execução, Verificação e Ação, é possível identificar...
Todos os trabalhadores estão sujeitos aos riscos ambientais, por isso é importante...

Entre em contato conosco

Preencha o formulário e um dos nossos especialistas entrará em contato com você para falar mais sobre as nossas soluções.